Archive for abril \19\UTC 2016

GOLPE : VITÓRIA DA CORRUPÇÃO

19/04/2016

Com o apoio de rua, liderado por Rogério Chequer, chefe do movimento golpista “Vem Pra Rua”, do juiz Sérgio Moro, do Estadão e, principalmente, da Rede Globo, a corrupção acaba de obter importante vitória na Câmara dos Deputados. Eduardo Cunha, o Rei da Corrupção, com seu bando, consegue aprovar o golpe, apelidado de impeachment. Mais de 80% dos deputados acusados de corrupção votaram pelo impedimento da presidente. Corruptos estão em festa. E cresce, sem parar, a suspeita de que, para liderar o golpe na Câmara, Cunha teria feito um acordo com os partidos golpistas, a fim de que não se aprove a cassação de seu mandato de deputado. Contudo, esta jogada está sendo denunciada a todo momento. Medida decisiva para que o líder dos corruptos da Câmara não consiga escapar da condenação esperada pelo povo.

Roberto Silva

Anúncios

GOLPE : CHACOTAS CONTRA O BRASIL E NOSSO POVO

19/04/2016

Ao votarem contra o golpe, apelidado de impeachment, deputados diziam ao comandante golpista: “Cunha você é um gângster !”, “Cunha você é ladrão !”. Mesmo uma alma confusa, que votou favorável ao golpe, bradou: “Cunha, você é imoral !”. Uma tragédia. Era a personificação da imoralidade comandando um golpe contra a Presidente da República e a democracia. Milhões de brasileiros se chocavam com a triste cena. E o pior: jornalistas de todo o mundo viam aquele quadro deprimente estarrecidos. Levariam para seus meios de comunicação aquela lamentável situação. O desastroso resultado não poderia ser outro: chacotas e mais chacotas aconteceram na mídia estrangeira contra nosso país. Virou piada do século uma presidente eleita ser julgada por Eduardo Cunha, líder dos corruptos da Câmara de Deputados, e seu bando. O Brasil e seu povo tornaram-se alvos de gracejos e mais gracejos. Uma humilhação da nossa gente. Pensou-se o diabo sobre nosso país, nosso jeito de ser. A situação ficou medonha para nós. Manifestações de deputados corruptos, falando em honra, em família, em Deus, em moralidade, para darem seu voto golpista, provocaram risos no Brasil e no mundo. As risadas e piadinhas não pararam. Lembrou-se de uma deputada de Minas Gerais que, ao votar a favor do impeachment golpista, aos brados, disse estar inspirando-se no caráter exemplar de seu marido, prefeito de um município mineiro. Horas depois, já pela manhã do dia 18, a valente deputada via seu marido ser preso, acusado de corrupção. Mais piadinhas no exterior contra a política no Brasil. Chegou-se a ver algo carnavalesco na Câmara durante a sessão de votação do golpe. Uma ofensa ao nosso carnaval, o melhor do mundo. Um jornal chegou a publicar lá fora que mais de 80% dos deputados corruptos liderados por Cunha votaram a favor do tal impeachment. E tome piadas! Some-se a tudo isso o mais trágico: milhões de analfabetos políticos – de verde-amarelo – estavam nas ruas no dia 17, aplaudindo o voto de todos esses corruptos, gritando “abaixo a corrupção !”. Uma tragicomédia de rua.

Antônio de Freitas

SÉRGIO MORO : LÍDER MÁXIMO DO GOLPE EM AÇÃO

10/04/2016

Sérgio Moro lidera o golpe, ao lado de Eduardo Cunha, Temer, a Rede Globo e jornalões. O ditador de toga não para de fazer das suas: vazar delações de forma seletiva para engordar a escalada golpista. Nessa semana decisiva para o impeachment golpista, ele poderá intensificar as ações da Lava Jato com delações escandalosas, para que o Golpe de Estado funcione. Moro já agiu para engordar as marchas do ódio golpista do dia 13 de março passado, ao prender Lula, criminosamente, tratando-o, na prática, como criminoso. Uma condenação fora de qualquer tribunal. Uma condenação fascista. Conseguiu o resultado desejado: sua condenação sem tribunal foi seguida por milhares de pessoas no Dia 13 do Fascismo. Depois, veio a quebra do sigilo telefônico de Lula e Dilma. Mais uma vez, uma das suas ações de verdadeiro militante do golpe em marcha. Moro não está só, nem no Brasil nem na América Latina. Juízes golpistas tiveram papel importante na maioria dos golpes neste continente, militares ou não. Recentemente, destacaram-se nos golpes de Honduras e Paraguai. Espero que, durante a próxima semana, toda e qualquer ação golpista de Moro seja denunciada de pronto. Felizmente, cresce sem parar a resistência democrática.

Marcelo Fonseca

O ASSASSINATO DE TRABALHADORES DO MST

10/04/2016

Dois trabalhadores do MST foram assassinados pela PM do Paraná. Não se trata de fato isolado. Faz parte da escalada fascista que vem tomando corpo no país há tempo. É a mesma prática fascista de policiais que matam negros e pobres na periferia. É a mesma ideologia fascista que leva grupos de direita ao ataque a sedes de partidos, de sindicatos, de entidades estudantis, a pessoas com camiseta de sindicatos ou movimentos sociais, a juiz do STF e seus familiares, a lideranças partidárias do campo democrático e progressista. É o mesmo sentimento fascista que prega o ódio a negros, a nordestinos, a movimentos de mulheres, a movimentos negros, a homossexuais, a movimentos sociais, a sindicatos de trabalhadores, aos defensores dos direitos humanos. É a mesma irracionalidade fascista com as suas condenações de rua contra lideranças políticas do campo democrático, da esquerda; que defende assassinato de pessoas dos setores humanistas, de defensores da democracia, através de redes sociais. É a mesma alucinação fascista que vai às ruas defender mais um golpe militar no país, pregando o fim de qualquer liberdade democrática. Enfim, é o setor da fobia, do ódio à democracia, que se une a partidos ideologicamente afins, como o PSDB, o DEM, o PPS, o Solidariedade e outros, para atentar contra a democracia na defesa de um Golpe de Estado, apelidado de impeachment. É contra esta força, que destrói vidas de democratas, de lutadores da classe trabalhadora, que defende a implantação, em nosso país, de um estado policial, terrorista, que todo democrata deve lutar. Todos nós devemos ir às ruas contra esta escalada criminosa. Toda nossa solidariedade ao MST e à família dos dois lutadores, recentes vítimas de uma polícia fascistizada.

Cláudio de Lima

UM PLEBISCITO GOLPISTA

07/04/2016

Faz parte da montagem de um impeachment ilegal, defendido pelas forças de direita, antidemocráticas, uma espécie de plebiscito golpista. Destaca-se no papel de efetuá-lo a DATAFOLHA. Vai às ruas e pergunta quem é a favor do impeachment de Dilma. E aí, a população – frente a uma situação de crise econômica, de problemas de corrupção atribuídos pela grande mídia ao governo, decorrentemente com baixa aceitação, na sua maioria, como era de se esperar – acaba concordando com o impeachment golpista. Ora, se esta mesma pergunta fosse feita durante o governo de FHC, também num momento de grande prática de corrupção, com índice de desemprego e inflação que chegou a mais de 12% nos seus últimos dois anos de administração, com certeza absoluta, a maioria da população ficaria a favor do impeachment dele. Diga-se de passagem, impeachment solicitado à época, mas, por razões óbvias, sem o apoio da Rede Globo e outros setores da grande mídia. A DATAFOLHA não fez nenhuma pesquisa nesse sentido na era FHC. Só agora, a DATAFOLHA resolve fazer um tipo de pergunta, com o resultado mais ou menos previsto, que aconteceria com qualquer governo em momento de grande crise econômica. Na verdade, um plebiscito para o golpe, mais um instrumento de propaganda à disposição dos setores golpistas, antidemocráticos. Fosse imparcial a pesquisa da DATAFOLHA, teria sido perguntado também à população se ela apoia ou não um impeachment ilegal, de claro desrespeito à lei.

Dionísio Fragoso

GRANDE ESCÂNDALO NA CÂMARA DOS DEPUTADOS !

07/04/2016

Grande escândalo na Câmara dos Deputados: considerado o maior corrupto da atualidade, Eduardo Cunha é o líder do golpe, apelidado de impeachment. Seu principal parceiro é Michel Temer, também acusado de corrupção. Cunha e seu grande parceiro ora lideram golpistas e fascistas em atentado contra a democracia. PSDB, PPS, DEM, SOLIDARIEDADE e a maioria do PMDB são os grandes apoiadores deste escândalo. Cunha é seu grande líder. O golpe não é apenas politicamente um crime contra a democracia, mas também imoral, por ser liderado pelo mais destacado corrupto do momento. Este escândalo tem causado perplexidade e chacotas contra nosso país pelo mundo a fora. Uma frase publicada por um jornal estrangeiro: “Como é que um indivíduo visto por muita gente como o rei da corrupção no Brasil lidera um golpe de estado contra uma presidente eleita democraticamente?” E o pior deste crime, desta imoralidade, é o que os golpistas ocultam: seu compromisso de atacar direitos da classe trabalhadora e entregar empresas estatais brasileiras a grupos econômicos, principalmente estrangeiros.

Odilon Pereira

UNIDOS CONTRA A DEMOCRACIA, ESTÃO GRUPOS NAZISTAS, O PSDB, PPS, DEM E PAULINHO DA FORÇA

07/04/2016

Calcula-se em 300 o número de grupos nazifascistas existentes no país. Todos eles votaram em Aécio. Defendem mais um golpe militar e o fim das liberdades democráticas. Unidos ao PSDB, DEM, PPS e Paulinho da Força, os nazifascistas fazem parte da escalada golpista em evidência no país. Seu alvo principal é derrotar a classe trabalhadora, defendendo que as lutas dos trabalhadores, de seus sindicatos e outros movimentos sejam tratados como caso de polícia. Defendem o máximo de repressão policial contra as greves e outras manifestações da classe trabalhadora. Seu objetivo, com isso, é garantir que a exploração dos capitalistas contra os trabalhadores tenha o máximo de proteção. Não nos esqueçamos de que este foi o principal objetivo dos golpistas de 64, que montaram um verdadeiro clima de terror contra os trabalhadores e suas lideranças. Todos e todas às ruas contra esta terrível ameaça! Felizmente, cresce o movimento de resistência ao golpe, apelidado de impeachment.

Wagner Assunção

DITADURA PARLAMENTAR

07/04/2016

Antes, o Golpe de Estado se dava com apoio de militares. Tanques nas ruas, estava dado o golpe. Hoje, tenta-se passar por cima da lei, da Constituição, através do Parlamento, em associação com as Redes Globo da vida, juízes e promotores. É a ditadura parlamentar, em que cada deputado ou senador golpista se considera um ditador, membro de um colegiado ditatorial. No Brasil, quem lidera esta escalada antidemocrática, golpista, é o Rei da Corrupção, Eduardo Cunha. Liderados por Cunha, confesso não ter encontrado em nenhum dicionário um adjetivo apropriado para os golpistas. O dinheiro da FIESP, de outros grupos econômicos nacionais e estrangeiros são a grande pista para se explicar a conduta dos golpistas de Eduardo Cunha.

Roberto Silva

DEPUTADOS(AS) APOIADORES DA CHAPA CUNHA-TEMER DEVEM SER DENUNCIADOS PUBLICAMENTE

07/04/2016

Todo deputado ou deputada que votar na dobradinha Cunha-Temer, chapa do impeachment golpista, deverá ser denunciado(a) nas ruas e nas redes sociais. O deputado(a) que apoiar esta dupla golpista estará votando na Chapa da Corrupção, encabeçada por Cunha, o Rei da Corrupção, e Temer, golpista, também acusado de prática de corrupção. Com esse golpe, atentado à democracia, à constituição, Cunha pretende ser o vice-presidente de Temer. Um grande escândalo de deixar o mundo todo boquiaberto. Por isso, desde já, o deputado(a) ou senador(a) que apoiar a dupla do Grande Escândalo, tentando colocá-la no governo, através do golpe apelidado de impeachment, deve ser denunciado(a) de todas as formas possíveis. Não acredito na vitória desta dupla, deste escândalo, porque há deputados(as) com posição patriótica, democrática, incapazes de concordarem com este lamaçal. E não são poucos! Felizmente, cresce o movimento democrático, antigolpista, no país.

Antônio de Freitas