QUEM ODEIA SIMÓN BOLÍVAR ?

Bolívar, O Libertador, tinha um sonho: uma América Latina unida, independente de qualquer império, justa e feliz. Já percebia que os Estados Unidos, império emergente na sua época, tinha a pretensão de ter o domínio de nosso continente.

Em geral, todo anti-imperialista, defensor de uma América Latina livre, soberana, inspira-se também em Bolívar. Chávez levou isso às últimas consequências.

Por outro lado, quem acha que este continente deve ser quintal dos EUA, obediente a seus interesses, odeia Bolívar.

Como Dilma não aceitou serem ela e o Brasil espionados pelos Estados Unidos – não aceitando também se subordinar à política estadunidense de agressão aos povos, além de suas boas relações com os demais países da América Latina –, é chamada de bolivariana pelos que acham que o Brasil deve ser uma espécie de neocolônia do Império do Norte.

Claro, Dilma não é bolivariana, mas, ao não aceitar que o imperialismo ianque agrida a soberania do nosso país e ao não se submeter à sua política de inimigo número um da própria humanidade, dá um passo na direção do Libertador, ainda que seu governo não possa ser considerado anti-imperialista no real sentido do termo.

O grande problema das oligarquias, dos setores antidemocráticos e antipatrióticos da América Latina e do seu senhor do Norte, é que Bolívar retorna ao nosso continente, em forma de milhões que desejam ser livres.

Cláudio de Lima

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: