Archive for fevereiro \18\UTC 2013

CARTA DE FIDEL A CHÁVEZ SOBRE SEU RETORNO À VENEZUELA

18/02/2013

Querido Hugo

Fico muito contente por teres retornado ao pedaço da terra americana que tanto amas e ao povo que muito te apoia.

Foram necessárias uma longa e angustiante espera, tua enorme resistência, sacrifício e a consagração total dos médicos, como o fizeram por 10 anos, para que se atingisse esse objetivo.

É absolutamente justo fazer referência à insuperável constância com que teus familiares mais próximos, teus companheiros da direção revolucionária, as Forças Armadas, rearmadas e reequipadas por ti, e as pessoas honestas de todo o mundo mostraram suas simpatias.

Especial menção merece o ânimo que o povo venezuelano te proporcionou com suas manifestações diárias de apoio entusiástico e irredutível. A isso se deve um retorno feliz à Venezuela. Tu aprendeste muito sobre a vida, Hugo, nesses difíceis dias de sofrimentos e sacrifícios. Agora, que não teremos mais o privilégio de receber notícias tuas todos os dias, voltaremos à prática do envio de correspondências que durante anos usamos.

Viveremos sempre lutando pela justiça entre os seres humanos – sem temor, aos anos, meses, dias ou horas – conscientes, humildemente, de que fomos levados a viver na época mais crítica da história de nossa humanidade. Nosso povo, que é também teu, conhecerá amanhã, por esta mesma via, teu retorno à Venezuela.

Tudo se deu com o máximo de discrição para não se dar oportunidade a grupos fascistas de planejarem suas cínicas ações contra o processo revolucionário bolivariano.

Quando o campo socialista se desmoronou e a URSS se desintegrou, o imperialismo, com o punhal afiado de seu bloqueio, se propunha a afogar em sangue a Revolução Cubana; Venezuela, um país relativamente pequeno da dividida América, foi capaz de impedi-lo. Em decorrência do tempo, não menciono os numerosos países das Antilhas, América Central e América do Sul que a Venezuela, ademais de seus grandes planos econômicos e sociais, foi capaz de ajudar. Por isso, todas as pessoas honestas do mundo têm acompanhado de perto “a saúde e as notícias sobre Chávez”.

Até a vitória sempre!

Um forte abraço!

Fidel Castro Ruz